Com o Instagram correspondendo a pelo menos 75% das decisões de compra, existe uma super oportunidade para as marcas nessa rede social: ser instagramável!

Se sua marca não está no Instagram, você está perdendo uma grande oportunidade de gerar negócios e vender mais. Se já está, mas não gera resultados, existem estratégias que podem adequar seus processos, conteúdos e produtos para despertar em seus clientes o desejo genuíno de compartilhar sua marca de forma verdadeira e gratuita, e dessa forma turbinar sua autoridade e ter mais seguidores, engajamento e vendas através do Instagram.

Para adotar uma estratégia instagramável é preciso analisar a experiência que geramos na percepção do cliente, seja pelo contato com o produto, embalagem, ambiente físico, vitrine, eventos e até mesmo por meio do conteúdo digital.

Como recomendar marcas faz parte do nosso comportamento, é natural que ao ter uma experiência positiva, ela seja compartilhada de forma espontânea e gratuita, e essa é uma super oportunidade para as marcas de ter uma grande chancela de autoridade e qualidade.

Produto

Existem várias formas de pensar nessa relação de compartilhamento ao desenvolver ou ajustar o seu produto. Uma dessas estratégias é contar com visual inusitado, cores diferentes, cheiros e texturas que surpreendam o consumidor.

Isso não quer dizer que esse produto, em especial, será seu campeão de vendas. Mas ele pode ser o chamariz para despertar a curiosidade e fazer com que sua marca seja lembrada.

Embalagem

Especialmente neste momento em que estamos cada vez mais trabalhando com vendas pela internet, delivery e take away, pensar na experiência do consumidor ao receber o seu pedido em casa também pode causar o efeito instagramável.

Um dos exemplos que já citei em outros vídeos é a Aisla, marca de slowfashion que preparou um sachê de “chá de afeto” para entregar junto ao pedido, com uma cartinha de agradecimento. Perceba que a criatividade se sobrepõe à necessidade de algo super rebuscado ou de uma grande verba. O importante é o fator encantamento causado em seu cliente.

A Apple também nos ensina muito sobre esse cuidado com o produto no momento de abrir, proporcionando um grande prazer por essa experiência de unboxing.

Ambiente

Empresas, lojas e até mesmo marcas que não atendem o consumidor final também podem apostar em ambientes diferenciados para gerar a divulgação espontânea. É o caso, por exemplo, de empresas de tecnologia que revolucionam o ambiente de trabalho para que o próprio colaborador tenha prazer em compartilhar momentos na empresa.

Tobogã, cadeira de massagem, happy hour e rooftop são só alguns exemplos de diferenciais usados por empresas como a AmCom e a Resultados Digitais para causar esse efeito instagramável, que não atrai só clientes, mas também comunica a cultura da companhia e atrai futuros talentos.

Já quem trabalha com o consumidor final, como restaurantes, pode investir em uma decoração especial que surpreenda e faça com que o cliente tenha vontade de se inserir no cenário ou compartilhar de alguma maneira sua experiência.

Stickers e filtros

No ambiente digital, também é possível gerar esse compartilhamento orgânico através de stickers e filtros personalizados com a identidade visual e a mensagem da marca. É o caso do meu filtro “Se Joga”, desenvolvido pelo @lucasolveu, que acaba sendo utilizado por quem se relaciona de alguma forma com a minha marca pessoal e já conhece esse bordão.

Espero que com essas dicas fique mais fácil pensar em estratégias de divulgação e criar experiências instagramáveis para o seu público-alvo.

Escrever comentário sobre Como ser instagramável | Exemplos Reais para Marcas