Aparência em vídeos | Respondendo comentários

Logo quando comecei a aparecer nos stories e reels do Instagram, recebi alguns feedbacks referentes à forma como eu estava me apresentando, de cabelo amarrado. Algumas pessoas estranharam aquela imagem, já que estavam acostumadas a […]

Logo quando comecei a aparecer nos stories e reels do Instagram, recebi alguns feedbacks referentes à forma como eu estava me apresentando, de cabelo amarrado. Algumas pessoas estranharam aquela imagem, já que estavam acostumadas a me ver com o cabelo solto nos vídeos do Youtube, e sugeriram que eu deveria soltá-lo para que dessa forma os vídeos parecessem mais profissionais. 

Em vez de falar aquela frase clichê de que imagem não é importante, vou dizer que sim, justamente porque 95% da nossa comunicação é não verbal. Em um conteúdo com apelo visual, tendemos naturalmente a reparar mais em tudo que está aparecendo na tela, inclusive a aparência pessoal, que muitas vezes pode chamar mais atenção que o próprio conteúdo falado. 

Assim como devemos normalizar a questão da comunicação não-verbal e até da importância que o visual tem no nosso conteúdo, devemos também desconstruir o estranhamento de algo diferente e que nos faz sair da nossa zona de conforto. Podemos entender melhor isso fazendo uma analogia com a moda: muitas vezes quando uma nova tendência surge, falamos para nós mesmos que jamais usaríamos algo do tipo e depois de algum tempo, se habituando com a ideia e vendo outras pessoas usando, passamos a nos acostumar com a ideia e muitas vezes até gostar. Esse comportamento faz todo sentido devido à nossa evolução, já que somos seres sociais que repetem hábitos. A evolução também explica que naturalmente tendemos a nos proteger de eventuais riscos, nos mantendo sempre na zona de conforto. 

Entender esses mecanismos naturais nos ajuda a trazer autoconfiança e saber que se o objetivo é chamar a atenção, devemos fazer diferente. É importante ter em mente que o estranhamento vai continuar aparecendo nos feedbacks e que isso não deve em hipótese alguma desmotivar. 

Se você não se sente tão confiante, uma dica valiosa para sentir mais segurança na hora de aparecer em vídeos é você se arrumar. Procure enaltecer características que te fazem se sentir confiante e deixe isso se tornar uma motivação. 

Num mundo ideal, seria perfeito estar sempre arrumada, mas sei que na vida real não é bem assim que funciona. Eu particularmente, tenho o costume de variar o meu visual e seria insustentável gravar reels e stories sempre montada, já que o intuito dessas duas ferramentas é gerar um conteúdo de bastidores e que crie identificação com o público.  Eu utilizo essa mecânica da super produção de imagem pessoal em conteúdos que funcionam como uma vitrine e que precisam de uma apresentação mais formal, pois é o que tem funcionado para mim. Mas isso não deve impedir que eu esteja presente de uma forma mais natural em conteúdos que pedem essa naturalidade. 

Um exemplo bem fácil é a Anitta, que é um ícone dentro de várias plataformas, principalmente nas redes sociais. Ao assistir aos seus stories, eu achei estranho vê-la sem maquiagem e extremamente à vontade em sua cama de hotel, sendo gente como a gente. Junto com o estranhamento, senti também um pouco de julgamento, me questionando o motivo dela não se arrumar e se apresentar mais formalmente. No dia seguinte, eu voltei a consumir esses stories e aquilo já não me chocou mais, inclusive comecei a achar muito legal o fato dela aparecer dessa forma e criando identificação com seu público. Hoje em dia, quando entro no Instagram dela e assisto seus stories, a sensação de estranhamento não acontece mais, pois minha percepção se acomodou conforme fui me acostumando.

Agora que você já entendeu isso, até mesmo do ponto de vista biológico, quero deixar uma super dica: normalize sua aparência mais natural, especialmente em conteúdo que precisa gerar identificação, como é o caso dos reels e stories no Instagram. É na repetição que você vai conseguir causar esse efeito desejado do ponto de vista do marketing, pois vai chamar a atenção por ser diferente e vai normalizar e acostumar a sua audiência com esse novo olhar. Na hora de trabalhar o seu marketing pessoal, você pode fazer como eu, nos conteúdos mais longos e formais, gosto de estar arrumada e na hora de fazer conteúdos mais rápidos e frequentes, estar do jeito que eu estou no momento.

Não espere pelo momento ideal, pois ele não existe. Se liberte desses preconceitos e entenda que essa é uma estratégia que pode te enaltecer e te ajudar. Lembre-se que aparecer de forma mais natural nos seus vídeos deve ser normalizado na sua presença digital. 

Escrever comentário sobre Aparência em vídeos | Respondendo comentários