Essas ações transformaram meu trabalho | Dicas Práticas

ESSAS AÇÕES TRANSFORMARAM MEU TRABALHO | DICAS PRÁTICAS   Existem três ações que mudaram completamente meu modelo de trabalho e também a percepção de qualidade por parte dos meus clientes. Elas são muito incisivas para […]

ESSAS AÇÕES TRANSFORMARAM MEU TRABALHO | DICAS PRÁTICAS

 

Existem três ações que mudaram completamente meu modelo de trabalho e também a percepção de qualidade por parte dos meus clientes. Elas são muito incisivas para profissionais de Marketing e áreas relacionadas, como design e produção de conteúdo. 

Ao falar

mos da relação cliente-fornecedor, temos que passar pela palavra percepção e entender que não se trata da verdade, mas da maneira que a encaramos, isso muda de pessoa para pessoa. Eu sou apaixonada pelo que faço, mas se eu vivesse apenas com pensamentos negativos isso mudaria, eu entraria num ciclo vicioso que pioraria ainda mais na hora de lidar com clientes desalinhados e tóxicos, algo que acabaria com minha trajetória profissional. Partiremos para as dicas que podem evitar essas situações.

  1. Tenha e faça briefing.

Com essa ferramenta, você começará a levantar a expectativa do seu cliente e buscar entender a satisfação ideal. Satisfação é igual entrega menos expectativa, portanto, se a expectativa de seu cliente estiver muito alta, a sua entrega perfeita pode não o surpreender porque ele já estava esperando exatamente esse resultado. Entender a expectativa é essencial para a forma que você irá apresentar, gerar e medir os resultados.

O processo interno de ter um briefing trouxe muito mais qualificação aos clientes, algo me trouxe clareza para informar para um potencial cliente que a solução que ele procura, a minha empresa não possui e não presta esse serviço dessa maneira, então esse potencial cliente passa a não entrar no meu fluxo comercial porque eu tirei a pressa de vender para entender o que ele realmente precisa e recomendando outros profissionais que podem solucionar seu problema.  Esses potenciais clientes que não fecham um negócio agora, conseguem enxergar ética no meu trabalho e passam a recomendar os serviços e possivelmente voltarão quando precisarem de algo que possamos oferecer.

  1. Apresentação da proposta comercial.

Com o briefing feito, o potencial cliente ficará alinhado com todos os detalhes e deixar tudo  esclarecido mudará muito a forma que será apresentada a proposta comercial. Essa apresentação deve ser feita porque o cliente tem dúvidas e pode ter entendido algo errado e é aí que eu passo a enaltecer meus pontos fortes.

Junto da apresentação está o kick off, uma reunião especial dedicada a como irá funcionar o projeto, incluindo pontos de contato, informações de pagamento, tempo de respostas e afins, todas as informações necessárias devem estar detalhadas no kick off, dessa forma o cliente consegue entender como tudo funcionará e é um ótimo momento para trazer energia ao projeto. Entender a expectativa de entrega fez toda diferença no meu trabalho e clicando aqui você pode acessar o modelo que eu utilizo e recomendo aos meus alunos e clientes para fazer o briefing e o kick off.  Utilizando esses modelos é possível criar uma relação de parceria com seus clientes que fará total diferença em sua jornada.

  1. O óbvio precisa ser dito.

Não deixe de trazer as informações que a você parecem óbvias e nessa hora enalteça seus pontos fortes! Como profissional que já teve contato com milhares de outros profissionais, uma realidade na minha vida é ver pessoas incríveis que realizam trabalhos ótimos tecnicamente, mas não dizem o que deve ser dito ou reforçado por medo de incomodar. Isso pode ser feito de maneira leve, apenas para reforçar tal ponto, isso pode fazer com que o cliente entenda algo da maneira correta e evitar qualquer má interpretação. 

Outra coisa que vejo acontecer é quando os profissionais não enaltecem os pontos fortes, mas sim, plantam a semente errada na conversa com o cliente, como por exemplo quando estão respondendo o WhatsApp dentro do que foi combinado no kick off, mas começam com a frase: “desculpa pela demora”. Se está dentro do tempo de respostas não há motivo para pedir desculpas. Ao se desculpar está sendo dito ao cliente que foi cometido um equívoco, o que não ocorreu. Peça desculpas apenas quando realmente errar.

 

Seguindo essas dicas a sua jornada se transformará muito mais assertiva e por fim, não esqueça de fazer o download do material e seguir essas dicas para ter muito sucesso.

Escrever comentário sobre Essas ações transformaram meu trabalho | Dicas Práticas