TRABALHO DURO VS TRABALHO INTELIGENTE: MEU RELATO

Quantas pessoas incríveis conhecemos que se esforçam tanto, mas não são bem sucedidas? Quando se entende a diferença entre trabalho duro e trabalho inteligente, tudo muda na vida pessoal e profissional de qualquer empreendedor. A […]

Quantas pessoas incríveis conhecemos que se esforçam tanto, mas não são bem sucedidas? Quando se entende a diferença entre trabalho duro e trabalho inteligente, tudo muda na vida pessoal e profissional de qualquer empreendedor. A diferença está no modo como se enxerga o trabalho e os seguintes pontos devem ser trabalhados:

  • Definir prioridades

É comum que as pessoas não saibam onde focar as energias, porém, alocar tempo na atividade certa é o começo para conseguir finalizar as tarefas do dia a dia.

 

No começo da minha jornada com a consultoria de Marketing, eu sempre elaborava um grande plano para todos os clientes e na primeira reunião, passava muito tempo explicando como funcionaria. Eu não percebia que dessa forma estava gastando tempo e esforço desnecessário. Foi apenas com o feedback dessas reuniões, quando os clientes falavam o que gostavam e o que não, que comecei a notar o padrão: gostavam de ouvir sobre as estratégias, onde eles deveriam focar, quais caminhos seguir, mas sempre comentavam que a reunião era longa demais e que o tempo seria mais bem gasto de outra forma. Foi a partir daí que vi o meu trabalho duro não rendendo tanto quanto um trabalho inteligente poderia.

  • Como identificar o trabalho duro

Há uma maneira que eu comecei a utilizar para notar quando estou fazendo um trabalho árduo que não trará resultados reais. Esse método se baseia em prestar atenção nas nossas reclamações, naquelas tarefas que causam a necessidade de desabafar ao final do dia. Quando se reclama muito, há uma pista dizendo que algo está errado, que possivelmente o tempo esteja apenas sendo gasto e não investido. Essa tarefa pode ser responsável por gerar trabalho duro e deve ser trocada pelo trabalho inteligente.

 

Alguns alunos meus já vieram até mim com relatos onde claramente existia a “síndrome do trabalho duro”. Me falaram que estavam sempre postando e investindo muito tempo no Instagram, com isso eu mostrei que na verdade eles estavam gastando tempo na ferramenta e que é necessário contar com uma estratégia de distribuição de conteúdo, com cronogramas e não apenas focar no volume, tentando cumprir tarefas. Com isso posto em prática, a situação ficou leve e eles passaram a trabalhar menos, mas melhor.

  • Perigos do trabalho duro

Quando as pessoas não sabem identificar o erro na forma que trabalham, elas ficam suscetíveis a cair nas histórias das fórmulas mágicas. Por estarem cansadas de tanto trabalho, é comum que os profissionais busquem ajuda nos lugares errados, querendo soluções fáceis para os problemas, e assim caem nas histórias dos gurus da Internet. 

O trabalho duro não é a melhor forma de atingir grandes objetivos, mas sem esforço, nenhum resultado será alcançado. É necessário manter a balança estável e agir de forma estratégica e inteligente, dedicando apenas o tempo certo.

 

Com isso em mente, reflita para saber se o trabalho que você está fazendo é um investimento ou apenas um gasto. Caso a segunda opção seja a realidade, mude de forma estratégica de acordo com as dicas aqui passadas.

Continue acompanhando os conteúdos gratuitos e caso tenha interesse em dominar por completo o Marketing para marcas com metodologia especializada e individualizada para seu negócio, confira meu site e entre na lista de espera para meus cursos e treinamentos.

Escrever comentário sobre TRABALHO DURO VS TRABALHO INTELIGENTE: MEU RELATO